A assim chamada “Corrida Armamentista” e os Conflitos Transnacionais na América Latina


Frente às proposições da ocorrência de uma ‘corrida armamentista’ na América do Sul, o presente artigo tem por objeto as seguintes questões: quais as motivações que levam os Estados a se engajarem em na aquisição e na produção de armamentos? Depois, quais as causas históricas para tal aumento de gastos militares? A linha argumentativa para alcançar as respectivas respostas engloba três estudos de caso (Chile, Venezuela e Equador) e passa pela compreensão dos elementos constitutivos da estrutura histórica que vem sendo mais claramente gestada a partir de 2001, com a nova estratégia da retomada da hegemonia americana.


Estes dados estão disponíveis como o esperado?

Obrigado!


Dados e recursos


Informações Adicionais

Campo Valor
Autor GSI
Mantenedor Assessoria de Comunicação Social do GSI
Última Atualização 1 de Março de 2020, 20:10 (BRT)
Criado 1 de Março de 2020, 20:10 (BRT)